Este mês é a vez de conhecer a Banda Radical Chick

Por Rubia Santiago

radical chick

De Jundiaí diretamente para a Serra da Mantiqueira, a banda Radical Chick, formada no final de 2003, apresenta um repertório totalmente anos 80/90 de rock nacional, resgatando a essência, deixando sua marca. Tenho o prazer de apresentar: Rogério Censi – vocal, Japão – baixo, João Frateschi – guitarra e Murilo Martins – bateria.

 

De onde surgiu a ideia do nome, Radical Chick?

A banda surgiu no final de 2003 com a proposta de ser uma banda cover de Rock Nacional anos 80 e 90, e por conta disso, buscamos um nome que remetesse a essa época. Radical Chic foi um seriado da TV Globo no início dos anos 90 e achamos que teria tudo a ver com o que a banda buscava passar.

 

Em meio a tantos estilos musicais. Porque rock nacional anos 80/90?

Porque é o estilo e a verdade da banda, onde acreditamos ser a maior virtude de um artista, que é fazer e ser o que é de verdade. Quando o artista “escolhe” um estilo por conta de momento, comércio, etc., as coisas fogem da verdade e deixam de ser arte.

 

Qual a opinião da banda sobre o atual cenário musical brasileiro?

Para o nosso estilo a situação sempre vai se manter estável, pois marcou e ainda marca gerações. É muito fácil fazer um bom show e agradar o público tocando músicas de Barão Vermelho, Titãs, Paralamas, Legião, Ultraje, Lulu Santos, etc. Agora, nós vemos que têm outros estilos que são momentâneos, que vão de acordo com o momento, com a moda.

 

Uma pergunta bem clichê. O que vocês ouvem atualmente?

Nós gostamos de pop e rock, sempre ouvimos isso, inclusive sons internacionais que nos ajudam a agregar alguma coisa nova no nosso show. Ouvimos artistas e músicas desde os anos 60 até os dias de hoje. A banda é muito eclética em relação a isso, sendo importante para nos dar referências.

 

A banda tem composições próprias. Podemos esperar um show autoral da Radical Chick?

Sim. Em 2009 lançamos nosso primeiro álbum autoral, com 13 músicas inéditas. Em 2010 e 2011 lançamos mais 2 singles (Dose de Veneno, Vai Ser Diferente, respectivamente). Agora em 2016 vamos lançar mais um single inédito, que já começou a ser gravado, que inclusive deve ser lançado no aniversário de 12 anos da banda, em Abril.

Um show somente de músicas autorais não está ainda em nossos planos, mas caso apareça a oportunidade disso, com certeza iremos fazer.

 

Projetos para 2016?

Como falamos anteriormente, para este ano temos como principal objetivo lançar músicas autorais, com pensamentos e ideologias que a banda possui. Uma banda de rock precisa disso, precisa falar, precisa demonstrar sua opinião. Inclusive, esse próximo single será uma crítica política, por conta do atual momento que estamos passando no nosso país. E além disso é manter nossa agenda de shows atualizada e aumentar nosso raio de atuação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s